quarta-feira, 13 de junho de 2012

Smart Electric Drive pronto para as ruas


Cansada de ver os outros lucrarem com o seu producto, a Daimler-Benz finalmente lançou o Smart Electric Drive, de vocação arreganhadamente urbana. Annete Winkler, CEO da Smart, está entusiasmada com o pequenino, que se antes já parecia carrinho de brinquedo, agora ganha um ar ainda mais lúdico.

  O pequeno tem tudo o que a Daimler-Benz oferece em seus sedãs classe C, em pacotes para dois, junto com a estrutura de aço-liga, em vez do aço carbono comum, o que justifica os preços salgados. É um Mercedes-Benz de bolso, levemos isso em consideração, antes de reclamar de "um carro desse tamanho custar tão caro", como vejo em muitos comentários descabidos pela rede.

  Como a Renault, as baterias são alugadas por 66 Euros por mês. Ao contrário da francesa, a Daimler-Benz vende as baterias se o cliente quiser ficando assim:

Versão:_______Smart Cupê____ Smart Cabrio
Sem baterias: ___18.910__________19.000
Com baterias:___23.680__________26.770

Infelizmente não usa hubmotors, mas um só eléctrico de 75cv de pico, alimentado por baterias com 17,6kW, ou 23,936cv. A máxima é de 125km/h, com aceleração de 0 a 100km/h em esportivos 4,8s, o suficiente para deixar muitos esportivos puro-sangue cantando pneus na saída do semáforo. A autonomia é pequena para o meu gosto e para o preço, mas suficiente para a proposta: 145km com uma carga. Muito mais do que os habituais compradores costumam rodar em um dia inteiro com ele.

  Com o Euro a R$ 2,58, o Cabrio com baterias sai por 69,067 na Europa. Para nós, com importação provavelmente independente, sairia por R$ 145.000. A julgas pelo sucesso que o ovinho faz no Brasil, já que em Goiânia há vários, inclusive Cabrios, o desembarque em solo brasileiro é provável... Para quem puder e se dispuser a pagar. Vale? Vale, pelo conteúdo e pela qualidade. Mas esqueça a relação custo/benefício, esta foi pras cucuias.

Se quiser tentar, eis aqui o website da Smart no Brasil: Clique. Recomendo comprar com as baterias.

2 comentários:

  1. A diferença entre os custos com as baterias entre o modelo fechado e o conversível é de 3000 euros. Será que tem alguma diferença que justifique sob o ponto de vista técnico deixar de escolher o modelo fechado para pagar mais caro pelo conversível???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma. Só o desejo de investir na própria alegria.

      Excluir