domingo, 8 de janeiro de 2012

Verito, Verito, Verito!


A indiana Mahindra, a mesma que faz aqueles utilitários valentes e de estética duvidosa no Brasil, anunciou que fará uma versão eléctrica pura de seu sedã compacto Verito.

Não há dados, mas especula-se que fique no básico, para não encarecer muito. Autonomia de 160km e velocidade máxima de 130km/h, não se espera muito mais do que isso. Mas trata-se de um carro para uso municipal, com pequenas recargas periódicas em cada parada.

As virtudes são as que nós já conhecemos aqui, espaço interno de carro grande, um porta-malas muito grande e boa estabilidade em curvas, graças à boa largura. O acabamento interno tem plásticos rígidos, como o nosso, mas a textura e os apliques de madeira colocam os indianos em um nível de consideração acima do que nos sispensam. O desenho quadrado e a dianteira de quem estava deprimido na hora de desenhar, são os mesmos. A frente e a traseira mudaram com as do nosso, e lá se conta com a opção de um interessante e útil defletor no porta-malas. A maior vantagem deles é ter opção de um 1,5l diesel, que faz a média de 21km/l... Imaginem quanto um híbrido diesel-eléctrico faria.

Sim, para os que estão reconhecendo a descrição, o Verito nada mais e nada menos é do que o nosso Renault Logan, fabricado sob licença pela Mahindra, com quem os franceses tem cooperação técnica.

Preços? Não, ainda está na fase de planejamento, talvez nos primeiros testes, mas custar de 1/3 a mais do que o à gasolina é razoável. Mas, apesar de Mahindra e Renault já serem nossas velhas conhecidas, não esperem vê-lo em uma concessionária, no máximo na frota da embaixada indiana.

video


Querem conhecer a versão indiana do nosso Renault cubo-mágico? Cliquem aqui.
Canal do Verito no Youtube, cliquem aqui.

6 comentários:

  1. Acredito que seria um forte concorrente para o Leaf e o i-Miev, se a Renault não sofrer de miopia, já que os custos de produção do Logan são mais baixos, compensando um pouco o preço das baterias.

    ResponderExcluir
  2. E poder-se-ia (chique, não????) imaginar, em um futuro não muito distante, uma linha completa de veículos elétricos e/ou híbridos, derivados dos modelos já vendidos no Brasil pela Renault. Os Chinesezinhos, e os coreanos já poderiam ter aproveitado essa brecha. Se bem que eu preferiria um jipe Hummer equipado com o motor V10 do Dodge Viper. Mas abafa o caso, senão os econazistas/gayzistas/feminazistas/veganazistas vão ter um piti.

    ResponderExcluir
  3. Tem alguma notícia sobre os carros da Ssangyong????

    ResponderExcluir
  4. O Korano com cara de bebê chorão é viável, mas definitivamente uma grade (ainda que falsa) o tornaria bem mais atraente. Eu iria falar antes da Tesla e seus planos para o Brasil, mas acabo de mudar meus planos.

    ResponderExcluir
  5. Esse design nerd-virgem-pega-ninguém ainda vai longe...

    ResponderExcluir